fbpx

Como empreender através do Marketing Digital

Empreendedorismo. Essa é uma palavra-chave forte. Se você pesquisar na internet por empreendedorismo, pipocarão milhares de textos, imagens, tutoriais, vídeos, etc. Mas você consegue empreender no mundo online, utilizando o marketing digital como ferramenta? Se não sabe como fazer isso, acompanhe nossa leitura e descubra.

Cada vez mais as pessoas abandonam a ‘estabilidade’ do mercado de trabalho convencional para por seus sonhos no papel e criar sua própria empresa. E se você também já fez isso, fique sabendo que para cada vez que você pensar em vender seu produto, você terá que pensar duas vezes em como oferecer e fazer o marketing deste produto.

O marketing digital está bombando, as redes sociais dominam o cenário, mas nem todo o conteúdo é de qualidade, e isso pode ser uma vantagem para você. Se diferenciar nesse mercado é difícil, porém, se conseguir alcançar este objetivo, o resultado pode ser surpreendente.

Então, como você pode utilizar o marketing digital para empreender? Vamos selecionar 4 tópicos que vão te auxiliar a sair do zero:

  • Inbound Marketing
  • SEO
  • Leads
  • Pós-venda

Inbound Marketing

Esqueça os anúncios tradicionais de marketing, focados apenas no produto, o Inbound Marketing é uma ferramenta que permite captar, conquistar e encantar clientes, conectando o seu produto ao seu público-alvo, por meio de algumas estratégias.

Mas como é possível fazer isso? Qual é o segredo do Inbound Marketing que o faz tão efetivo e moderno, a ponto de ser o foco de muitas estratégias de marketing nos dias atuais? Vamos descobrir.

Vamos imaginar que já criamos o nosso conteúdo por meio de um blog de dicas e notícias, estamos praticando nosso marketing de conteúdo, e agora precisamos trazer o nosso público-alvo para o nosso blog.

Ao invés de simplesmente falar sobre o produto que vendemos, vamos falar sobre os problemas que ele soluciona, ou dar dicas de como ele pode ser útil para quem o possuir, mas não de maneira agressiva, e sim apresentando ele como uma das soluções disponíveis. Queremos, antes de tudo, nos conectar com o nosso cliente, criando um relacionamento de confiança.

Isso acontece porque as pessoas pesquisam mais sobre um assunto em geral do que sobre um produto específico. Assim, quando criamos conteúdo relevante sobre problemas pesquisados pelas pessoas, passamos informações e nutrimos uma relação que logo depois vai levar essa mesma pessoa a procurar a solução dos problemas nos produtos que a sua empresa oferece. E assim convertemos um cliente através do Inbound Marketing.

Umas das grandes vantagens dele é que você atrai um público-alvo que já tem um certo conhecimento sobre o produto que querem adquirir, facilitando a ‘garimpagem’ dos seus clientes.

 

 

SEO

O passo seguinte é ter um ótimo SEO. O SEO (Search Engine Optimization) pode ser entendido como ‘Otimização para Motores de Busca’, ou seja, é uma estratégia utilizada para deixar o seu site no topo dos canais de busca.

Ela consiste, basicamente, em utilizar termos, ou palavras-chave, que identificam o seu negócio e o conteúdo criado, para que o motor de busca do Google (que é o mais utilizado), por exemplo, reconheça e coloque o seu site no topo quando as pessoas pesquisarem determinado assunto.

Essa otimização é crucial para que você consiga levar o seu produto até o seu cliente. Uma vez que você já esteja alinhado aos conceitos do Inbound Marketing, através do SEO você vai conseguir fazer com que o seu público-alvo chegue mais facilmente até o seu negócio.

As estratégias de SEO envolvem alguns tópicos como: Qualidade de construção do site, velocidade de carregamento da página, experiência do usuário, taxa de rejeição, palavras-chave, etc. Por ser um conceito muito amplo, abordaremos mais detalhadamente este assunto em outro artigo. Fique de olho!

Agora que você já criou um conteúdo excelente e apareceu no topo das pesquisas do seu público-alvo, você precisa criar um ambiente para entender as reais necessidade dele e direcioná-lo ao produto que você vende que irá satisfazer as vontades dele. Então vamos aprender sobre os Leads.

Leads

Basicamente, os Leads são as pessoas que podem se tornar seus clientes, ou que demonstraram interesse no seu produto ou serviço, através da coleta de dados feita em alguma plataforma do seu negócio.

Quando um usuário entra no seu site, descobre o seu conteúdo e cria interesse no seu produto, é importante que você tenha um canal direto para se comunicar com ele. Seja por formulário, chat, e-mail, se ele está disposto a falar com você, essa pode ser uma boa chance de torna-lo seu cliente, e mais ainda de fidelizar esse cliente.

Para que isso ocorra, no entanto, é fundamental que você seja uma autoridade no assunto, para que possa chamar a atenção do seu cliente e conquistar a confiança dele. Mesmo que você não tenha muito tempo de experiência ou de mercado, demonstre qualidade e aborde os problemas para que a pessoa que esteja lendo identifique você, ou seu produto como a solução dos problemas dela. Dessa forma, ela vai querer consumir o seu produto ou serviço.

A ideia dos leads é colocar os potenciais clientes em um funil de vendas, ao ponto que a cada nível de conhecimento sobre o seu produto e sua empresa, ele vai se tornando mais qualificado e apto a efetivar o negócio.

Existem 3 tipos de leads, de acordo com o conhecimento de cada usuário:

Information-Qualified Leads (IQLs) – é o lead que ainda não tem muito conhecimento sobre a empresa, e precisa ser nutrido de informações para se tornar um lead de qualidade;

Marketin-Qualified Leads (MQLs) – esses são os leads que já foram nutridos, e já conhecem o seu produto, além de estarem interessados nele. Porém, eles ainda não tomaram a decisão de compra, e precisam receber uma atenção da equipe de marketing para progredir no funil;

Sales-Qualified Leads (SQLs) – é o ponto em que a equipe de marketing já não atua mais, pois ele já manifestou interesse imediato na aquisição do produto, se tornando seu cliente. É o lead qualificado para vendas.

Todo o processo de nutrição e gerenciamento de leads é complexo e exige muito estudo sobre o seu público-alvo. É importante criar uma boa estratégia de nutrição para que cada lead vá descendo no funil de vendas, até que se torne seu cliente.

Abordaremos esse conceito e suas estratégias mais profundamente em um artigo somente sobre Leads. Continue ligado.

 

Pós-Venda

O último dos tópicos que vamos abordar hoje, e talvez o mais importante: o pós-venda. Construímos nosso site, estamos gerando conteúdo de altíssima qualidade, muitas pessoas vêm até nós pelos mecanismos de busca, convertemos elas em clientes… E agora?

Seria muito otimismo (e isso não é ruim) achar que todos sairão satisfeitos. Por melhor que seja o seu produto, alguém não vai sair totalmente satisfeito, e você precisa estar de braços abertos para resolver a insatisfação desse cliente. Cada cliente é importante, e mais importante ainda é que, mesmo após a venda realizada, você o fidelize, tornando-o parte do seu negócio.

Mesmo que você venda algo que ele só vai consumir uma vez (por exemplo: uma casa), você tem que estar lá quando ele precisar, e ele vai precisar. Ter um canal de atendimento para clientes já efetivados faz toda a diferença.

Quando as pessoas têm suas insatisfações ou problemas resolvidos, elas falam para outras pessoas sobre isso. Elas deixam feedbacks, comentários, avaliações, que ajudam o seu negócio a ter valor humano. E ter valor humano significa ser aceito e admirado pelas pessoas. E isso vai gerar mais clientes ainda.

Não existe uma técnica secreta para o pós-venda. Tudo que você precisa saber sobre isso é: Trate seu cliente da forma que gostaria de ser tratado. Lembre-se que ele tem parentes, amigos, colegas de trabalho, e que ele influencia as pessoas ao seu redor. Quanto mais satisfeito ele ficar com você e sua empresa, para mais pessoas ele vai indicar os seus serviços.

E aí? O que achou do artigo? Deixe a sua opinião conosco. Aproveite, curta e compartilhe para que mais pessoas tenham acesso a essas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *